• Sitio en búsqueda permanente de alertas

Pastora, entre outras lideranças cristãs, sofre ameaças após definição da Campanha da Fraternidade

, Brasil
Alertas Latentes
Última Actualización: 05-03-2021
2.png
  • Tipo de Alerta Alertas Latentes
  • Fuente Redes feministas
  • Fecha de la alerta28-02-2021
  • Comunidad vulnerada

Descripción

Vea tambem esta alerta: Campanha de igrejas cristãs do Brasil faz defesa inédita e explícita em favor da população LGBT

Líderanças cristãs, em particular mulheres, estão recebendo ataques furiosos e
misóginos nas redes sociais, mesmo antes da Campanha ter sido lançada no 17 de
fevereiro, sendo acusadas de estarem defendendo pautas abortistas e anticristãs. A
pastora Romi Bencke, por ser secretária executiva do CONIC, tem sido alvo especial das investidas conservadoras.
Os ataques, que partem de setores adeptos ao bolsonarismo, são liderados, inclusive,
pelo “ideólogo” bolsonarista Olavo de Carvalho, e misturam a negativa aos direitos
sexuais e reprodutivos, com negativas ao marxismo, à ideologia de gênero, acusando a
Campanha de promovê-los.

Os ataques, por outro lado, estimulam também manifestações de apoio.

En relación al Consenso de Montevideo

Ver más

Ubicación