• Sitio en búsqueda permanente de alertas

Jornalista vítima de violência sexual tem caso arquivado por falta de investigação

, Brasilía
Caso Emblemático
Última Actualización: 19-03-2021
Contra-el-abuso-o-acoso-sexual-en-el-periodismo-1.jpg
  • Tipo de Alerta Caso Emblemático
  • Fuente REDEH – Rede de Desenvolvimento Humano (Rio de Janeiro)
  • Fecha de la alerta01-12-2020
  • Comunidad vulnerada Mujeres, niñas, adolescentes

Descripción

29/09/2019: Data em que aconteceu o fato (violência sexual) relatado pela jornalista
Amanda Audi;

06/10/2019: Após outro caso de violência sexual vir a público, a jornalista foi a uma DEAM registrar BO contra o professor Alexandre Andrada (UNB), acusando-do do estupro. Na DEAM, não foi pedido exame de corpo delito ou efetuada qualquer verificação no local, etc, tentativas de levantamento de provas/vestígios em relação ao caso;

07/05/2020: Delegada ouve por telefone apenas uma das pessoas que presenciaram os
acontecimentos que antecederam ao fato; Delegada despacha caso para Justiça.

02/07/2020: MP encaminha para juízo. Processo é arquivado posteriormente, seguindo
indicativo do MP, que afirmou que “se tratava de duas pessoas confusas em suas
intenções e sentimentos”. 

En relación al Consenso de Montevideo

Medida número 33: Promover, proteger y garantizar la salud y los derechos sexuales y los derechos reproductivos para contribuir a la plena realización de las personas y a la justicia social en una sociedad libre de toda forma de discriminación y violencia. 

Ver más

Ubicación